quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

PRÉMIO LITERÁRIO JOÃO DA SILVA CORREIA 2018



Conheça o documento que define as normas que regem as edições do Prémio João da Silva Correia, instituído pela Câmara Municipal de S. João da Madeira, através do qual se pretende distinguir este grande nome da cultura e promover hábitos de leitura e de escrita criativa, através de uma atividade que estimule o envolvimento efetivo da população, incentivando o aparecimento de novos valores e talentos literários.
A novidade é que se estendeu  o acesso a candidatos não Sanjoanenses.

Conheça as normas aqui:

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Apresentação do livro “MÃEMEQUER JARDIM DE PERFUMES” de Nanni Pinto





Mãemequer é um pequeno excerto de uma vida inteira em busca de maternidades. exalta o amor que brota naturalmente de uma mãe, e que cabe dentro de um abraço.
Um reflexo ténue entre mãe e filho cujas fronteiras intemporais entre um e o outro são a naturalidade de existir, apenas... actos contínuos de aprendizagem mesclados de gestos e memórias de um lugar de afectos.
Um sempiterno vai-vem de sentimentos, num princípio de confiança e maturidades dando ao tempo o verdadeiro ritmo do amor.


Quem é Nanni Pinto?
Nasceu a 24 de Março de 1967, em São João da Madeira, e vive actualmente em Braga. É licenciada em Arquitetura e em Medicina Tradicional Chinesa. Possui formação em Acupunctura e Massagem Terapêutica Tuina, pela Escuela Latinoamericana de Medicina China, Santiago do Chile. Possui ainda duas pós-graduações pela Universidade de Guangzhou (Cantão), República da China, e é instrutora de TaiChi e ChiKung Terapêutico. Escreveu vários livros dos quais se destacam Filtragens, primeiro livro de poesia sob o heterónimo Bhamal Vanaj, publicado em 1994; e um segundo livro, Lenda de Mada Moha, prosa, em 2000, tendo obtido o 1.º prémio no Concurso "Conto de Amor", lançado pelo shopping BRAGAPARQUE. Com a Exposição de Desenho Colecção (A)mar(TE), em 2012, escreveu Caderno de Apontamentos de um Amor Breviterno. Em Outubro de 2013, editou o livro As Tecedeiras do Destino, o qual surgiu juntamente com a Exposição de Desenho com o mesmo título. Entre 1992 e 1996, viveu no Brasil, Índia e Macau. Faz do Mundo a sua Casa. Desenha como forma de exprimir sentimentos e escreve para dar forma ao Amor. Faz da vida uma festa e convida todos a participar nela!