sexta-feira, 13 de outubro de 2017

DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO 16 DE OUTUBRO


Para comemorar o Dia Mundial da Alimentação, no próximo dia 16 de outubro, já se encontra disponível bibliografia sobre o tema na vitrina de destaques da Sala de Adultos.

Anualmente, no dia 16 de outubro celebra-se o Dia Mundial da Alimentação. Neste ano, o tema proposto pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) traz como tema “Mude o futuro da migração. Investir na segurança alimentar e no desenvolvimento rural.”

“O mundo está em constante movimento. Hoje e devido ao aumento de conflitos e instabilidade política, foram forçadas a fugir de suas casas mais pessoas do que em qualquer momento desde a Segunda Guerra Mundial. No entanto, a fome, a pobreza e um aumento de eventos climáticos extremos relacionados às mudanças climáticas são outros fatores importantes que contribuem para o desafio de migração.
Grandes movimentos de população hoje apresentam desafios complexos que requerem uma ação global. Muitos migrantes chegam em países em desenvolvimento, criando tensões onde os recursos já são escassos, mas a maioria, cerca de 763 milhões movimento dentro de seu próprio país, em vez de no exterior.
Três quartos das pessoas em situação de extrema pobreza baseiam sua subsistência na agricultura e outras atividades rurais. Criando condições que permitam, especialmente os jovens, ficar em casa quando eles sentem que é seguro e que tem meios de vida mais resistentes, as populações rurais é um componente crucial de qualquer plano para realizar o desafio da imigração.
O desenvolvimento rural pode abordar fatores que forçam as pessoas a mover a criação de oportunidades de negócios e empregos para os jovens que não são apenas baseadas em culturas (como a pequena leiteira ou produção de aves, processamento de alimentos ou empresas hortícolas ). Ele também pode levar a uma maior segurança alimentar, a vida significa melhor acesso mais resistente, à proteção social, reduzindo os conflitos sobre recursos naturais e soluções para a degradação ambiental e as mudanças climáticas.
Ao investir no desenvolvimento rural, a comunidade internacional também pode aproveitar o potencial de migração para apoiar o desenvolvimento e aumentar a resiliência das comunidades de acolhimento e deslocados, lançando assim as bases para a recuperação a longo prazo e crescimento inclusivo e sustentável .
FAO está trabalhando com governos, agências da ONU, o setor privado, sociedade civil e comunidades locais para gerar evidências sobre padrões de migração e está a reforçar a capacidade dos países para abordar a migração por políticas de desenvolvimento rural . Nós ajudar os governos e parceiros como eles exploram o potencial de desenvolvimento da migração, especialmente em termos de segurança alimentar e redução da pobreza.

Migração e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

A migração é parte do processo de desenvolvimento, como economias sofrem transformação estrutural e pessoas em busca de melhores oportunidades de emprego no seu país e além das suas fronteiras. O desafio é abordar os factores estruturais de grandes movimentos populacionais para fazer seguro migração, ordenada e regular. Assim, a migração pode contribuir para o crescimento económico e melhorar a segurança alimentar e meios de subsistência rurais, promovendo assim o progresso dos países em alcançar o desenvolvimento sustentável do Milênio.”
Para mais informações sobre O Dia da Alimentação e Ações da FAO, acesse: http://www.fao.org/world-food-day/2017/theme/es/
Fonte: FAO





Fonte:

 


quinta-feira, 12 de outubro de 2017

NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS E SUGESTÕES DE LEITURA






NOVIDADES BIBLIOGRÁFICAS E SUGESTÕES DE LEITURA (REVISTAS)









Inauguração da Exposição de Pintura "Mostra-me como era... S. João da Madeira" de Francisco Matos


Ontem, pelas 18h00, na Biblioteca Municipal, no âmbito das Comemorações do 91º Aniversário da Emancipação concelhia, decorreu a inauguração da exposição "Mostra-me como era... S. João da Madeira" de Francisco Matos, que proporcionou a todos os presentes uma visita guiada.

É uma segunda exposição sobre a nossa terra, focada nos primeiros 75 anos do século XX. Foram meses, na sua organização, na procura de elementos, na seleção dos mesmos, no desenho, na escolha das cores, no faz e desfaz, no começar de novo, nas “estórias”, etc.

"Venha com a família, filhos, netos, amigos.

Mostre-lhes como era S. João, em tempos idos.

Esta mostra vai mexer no baú das suas memórias.

Irá recordar algo esquecido há muitos anos.

Um acontecimento, uma personagem, uma “estória”.

Filhos e netos ficam a saber que no tempo dos seus avós, a vida não era um mar de rosas…



·        O que terá acontecido na Praça, em 25 de Abril de 1956?

·        O dia da comunhão solene nos anos 50

·        Santo António prega sermão aos sanjoanenses



No final, dê uma volta à praça."



Venha visitar, vai gostar!"