quinta-feira, 30 de abril de 2009

SEMANA DA LEITURA - "ESPECTÁCULO XaTa"

Hoje, dia 30 de Abril, pelas 14 horas, com o "Espectáculo XaTa" encerraram-se as actividades da Semana da Leitura na Biblioteca Municipal.

Estiveram presentes cerca de 100 crianças, que se deixaram encantar pela capacidade de comunicação da Xana e da Tânia.


QUERES OUVIR UMA HISTÓRIA?

O Serviço Educativo da Biblioteca Municipal, inicia um novo ciclo de actividades, com uma sessão de contos, que vai decorrer no primeiro sábado de cada mês, pelas 11 horas, destinado ao público infanto-juvenil e familiares.
O objectivo é estimular a leitura em família criando espaços de partilha, cumplicidade e fortalecendo os laços familiares.
Animada por uma técnica da Biblioteca Municipal, as famílias são convidadas a viajar através da magia das palavras, conhecendo e redescobrindo novos mundos, personagens e histórias.
No próximo sábado, será contado um conto de Michael Cacthpool "Amor...que nojo!

O ENTRE-DOURO-E-VOUGA NA FORMAÇÃO DE PORTUGAL – RECENSÃO HISTÓRICO-BIBLIOGRÁFICA

António Mesquita apresentou a sua obra, na Biblioteca Municipal, que contou com a presença de muitos alunos da Universidade Sénior, alguns familiares e o Vereador do Pelouro da Cultura, Dr. Rui Costa.

quarta-feira, 29 de abril de 2009

DO CINZENTO AO AZUL CELESTE - Semana da Leitura

A apresentação do livro "Do cinzento ao azul celeste" pela autora Ana Oliveira, decorreu esta tarde na Biblioteca Municipal, com a presença animada e participativa de cerca de 100 crianças do 1º e 2º ciclo, acompanhadas dos respectivos professores.
Esta história pretendia sensibilizar as crianças para a importância da Liberdade e da Democracia.

terça-feira, 28 de abril de 2009

UMA CARTA COREOGRÁFICA

Hoje, 29 de Abril, Dia Mundial da Dança, está patente na Sala Audiovisual da Biblioteca Municipal a exposição “Uma carta coreográfica”, integrada na Acção de Grande Envolvimento Nacional (AGEN) proposta pelo Programa Território Artes -Direcção Geral das Artes, este ano dedicado às COMEMORAÇÕES DO DIA MUNDIAL DA DANÇA, com inauguração simultânea nas escolas secundárias Serafim Leite, João da Silva Correia, Oliveira Júnior, Centro de Ensino Integral e Biblioteca Municipal Dr. Renato Araújo.

Concebida como objecto de grande divulgação com o propósito de atingir um público alargado e não familiarizado com as artes, a Exposição apresenta-se também como um suporte de referência para o público escolar. A exposição desenvolve-se em duas estações intituladas "O corpo como adivinha" e "A dança como fábula". A primeira fala do corpo, a segunda do movimento do corpo.

Em termos iconográficos a exposição integra pinturas, desenhos e, sobretudo, fotografias de conceituados fotógrafos portugueses e estrangeiros. Serão distribuídos desdobravéis com jogos e actividades.

DO CINZENTO AO AZUL CELESTE



Trata-se de uma história infanto-juvenil sobre Portugal antes e depois do 25 de Abril, em que um aluno vai para a escola muito contrariado e pergunta à professora por que motivo são obrigados a completar o 9ºano. A resposta da professora é o pretexto para mostrar à turma o que foi o país.
Com texto de Ana Oliveira e belas ilustrações de Helena Veloso, da editora Calendário de Letras.

O ENTRE-DOURO-E-VOUGA NA FORMAÇÃO DE PORTUGAL – RECENSÃO HISTÓRICO-BIBLIOGRÁFICA

Na próxima 4ª feira, dia 29 de Abril, pelas 18,30 horas, será apresentado o novo livro “O ENTRE-DOURO-E-VOUGA NA FORMAÇÃO DE PORTUGAL – RECENSÃO HISTÓRICO-BIBLIOGRÁFICA”, de António Mesquita, na Biblioteca Municipal.

O autor fará uma explanação do tema, abordando a importância do Miliário de Ul na revelação de que a implantação da cidade pré-romana de Lancóbriga se localizava na cidade de S. João da Madeira ficando, depois, à disposição dos presentes para responder a questões e autografar a obra.

Apresenta uma reflexão histórica da principal bibliografia do Mundo Clássico e Tardo-Antigo conducente a uma nova leitura e reinterpretação do Itinerário Antoniano – confirmação de Talábriga, em Lamas de Vouga, localização de Langóbriga, em S. João da Madeira e Calem, no concelho de Gaia, mas no antigo Couto de Crestuma. Preponderante nesta reavaliação histórica o Milário de Ul, da Milha 12, de Oliveira de Azeméis.
Testemunho do Castro de Nossa Senhora da Saúde, nos Carvalhos, sede dos povos Túrdulos Velhos, foi assento de PORTUCALE CASTRUM ANTIGO, reconhecido pelos Suevos, que se transferiu. Com o abaixamento da altura do mar, para o morro da Sé – o Castro Novo -, elevado a Diocese Portucalense, com a conquista da Gallaecia pelos Visigodos.
A importância económica das “Minas Romanas de Ouro do Porto”, exploradas pelos Estado de Roma, que abrange os concelhos de Gondomar, Valongo e a vila de Melres, onde se aplicaram as mais evoluídas tecnologias do Mundo Antigo. O Porto de Calém, plataforma portuária que se estendia pelas duas margens do Rio Douro, decalcando o futuro Couto de Crestuma da Reconquista Cristã, do qual o concelho de Gondomar preservou a freguesia da Lomba, na margem esquerda do Douro, do antigo domínio tardo-romano.

António Mesquita nasceu no Peso da Régua em 1939 e vive em S. João da Madeira desde 1964, onde se fixou e ganhou raízes. Tem-se distinguido como Jornalista e Investigador Histórico e Biográfico. Tornou-se mais conhecido com a publicação da obra “Officio de Çapateyro in a irmandade dos S. S. Crispim e Crispiniano do Porto”, com a qual obtém o 1º Prémio do concurso da Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto – Prémio Dr. Serafim Leite 1987 - Município de S. João da Madeira, em 1988. Publicou já uma vasta obra relacionada com a história e arqueologia da Indústria de Calçado.
Na investigação biográfica podemos referir a obra “Dois amigos – Correspondência Epistolar de dois escritores são-joanenses,” publicada em 1997, na qual se revelam as cartas trocadas entre 1935-1953 por dois sanjoanenses que vieram a deixar marcas na cultura da cidade – José Moreira e João da Silva Correia. É de referir também, neste campo temático, um trabalho sobre o Dr. Maciel Leite d’Araújo, que deu nome a uma rua desta urbe (Rua Dr. Maciel).


Obras do autor

Investigação Histórica:
• “Foral de Cambra 1514-470 anos de Municipalismo” – separata do “Jornal de Cambra”, 1984
• “Officio de çapateyro in a irmandade de S. S. Crispim e Crispiniano do Porto” – 1º Prémio do concurso da Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto – “Prémio Dr. Serafim Leite 1987 – Município de S. João da Madeira”, 1988
• “Especificidades da Pré-Indústria de Calçado e Curtumes no Algarve”, in “Anais de Faro”, 1992
• “Onde nasceu a Indústria de Calçado? Subsídio para o Estudo da Arqueologia Industrial do Calçado no Triângulo de Santa Maria da Feira, S. João da Madeira e Oliveira de Azeméis”, 1995
• “Os sapateiros no contexto Económico e Religioso do Reino”, 1996
• “Da Postura Protonacional de Coimbra – As Taxas de Calçado nos finais do Antigo Regime”, in “Arquivo Coimbrão”, 2002
• “Vexame e Razões do Colonialismo Ibérico no Brasil”, vol. 19 e 20 da Revista “Villa da Feira, Terra de Santa Maria”, 2008

Jornalismo:
• “Congresso de Imprensa nos anos 150 Anos de Unidade do Distrito de Aveiro”, 1985

Investigação biográfica:
• “Dois Amigos – Correspondência Epistolar de Dois Escritores São-joanenses”, 1997
• “Sonetos, João da Silva Correia”, 1997
• “Dr. Manuel Maciel Leite d’Araújo – O Cidadão, o Médico-Cirurgião e o Homem Público”, Universidade Sénior do Rotary Club de S. João da Madeira, 2006, (policopiado)

segunda-feira, 27 de abril de 2009

RELEMBRAR O PASSADO DO CINE-AVENIDA (CINEMA DO CHICO)

A partir de hoje, 2ª feira, dia 27 e até 30, estará patente ao público, na Sala Polivalente da Biblioteca Municipal, uma exposição inserida num trabalho da área de projecto da Escola Secundária João da Silva Correia, que conseguiu recolher e reunir utensílios, máquinas, documentos e registos do antigo “cinema do Chico”.

Os objectos cedidos pela família do fundador e proprietário do antigo cinema têm, além do significativo valor patrimonial, um enorme valor estimativo.

Uma visita a não perder, onde não falta a projecção de antigos filmes sobre S. João da Madeira, do princípio do século XX.


Rebuçados das memórias do Cinema do Chico...

sábado, 25 de abril de 2009

CAPITÃES DE ABRIL - DVD

"HÁ MOMENTOS EM QUE A ÚNICA SOLUÇÃO É DESOBEDECER."

Em Portugal, na noite de 24 para 25 de Abril, uma canção desencadeia um golpe de Estado militar que irá mudar a face do país e o destinos dos Territórios que então dominava em África. Ao som do poeta Zeca Afonso, as tropas revoltosas tomam os quartéis. A Revolução Portuguesa distingue-se pelo carácter aventuroso, tanto como pacífico e lírico.

Um filme realizado e interpretado por Maria de Medeiros, com Joaquim de Almeida, Stefano Accorsi e Frédéric Pierrot. Disponível na Biblioteca Municipal

Capitães de Abril. Lisboa : Lusomundo , 2000. , 1 DVD (119 min.) : Colorido, son. ; 12 cm.

Saiba mais sobre esta temática, consulte o Centro de Documentação 25 de Abril, da Universidade de Coimbra em:
http://www1.ci.uc.pt/cd25a/wikka.php?wakka

"As infindáveis versões do capuchinho e do lobo mau"

O actor Evaldo Barros, contou, encantou e divertiu o público jovem e adulto que esteve presente na sessão da Biblioteca Municipal na noite de ontem.



A versão com sapatos...

video

sexta-feira, 24 de abril de 2009

"AS INFINDÁVEIS VERSÕES DO CAPUCHINHO E DO LOBO MAU"


Hoje, 24 de Abril, pelas 21 horas, na Sala Polivalente da Biblioteca Municipal, será apresentado o conto "AS INFINDÁVEIS VERSÕES DO CAPUCHINHO E DO LOBO MAU".

Trata-se de um espectáculo de animação de marionetes e de objectos, normalmente destinado a todo o tipo de público, onde o actor Evaldo Barros utiliza o conto tradicional "O Capuchinho vermelho", de Charles Perrault, para apresentar a mesma história de várias maneiras.
No espectáculo o actor começa por ler a história e depois por narrá-la, interpretando todas as personagens. De seguida, a história é apresentada com bonecos e objectos de uso quotodiano como legumes, óculos, sapatos, etc., tendo como objectivo despertar a imaginação e a criatividade de jovens e adultos.

Charles Perrault (1628-1703), viveu em Paris e em 1697, com 69 anos, resolveu escrever e publicar contos tradicionais contados pelo povo, que escutou da sua avó e da sua mãe. Por ser o primeiro livro publicado para o público infanto-juvenil, foi considerado um marco na literatura.

FEIRA DO LIVRO USADO

Numa iniciativa conjunta da Biblioteca Municipal/SABE e Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares, o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor foi assinalado com a realização de uma Feira do Livro Usado.
Esta iniciativa movimentou cerca de 400 pessoas - crianças e adultos - que, durante todo o dia, passaram pela Sala Polivalente da Biblioteca Municipal, num ambiente festivo, descontraído, em que se trocaram e compraram livros bem como outro tipo de documentos, que resultaram de doações.
A comunidade de S. João da Madeira está de parabéns pela forma com que aderiu a esta bonita comemoração!


quinta-feira, 23 de abril de 2009

DE PASSAGEM...pelo Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor

Para assinalar a comemoração do Dia do Livro e do Direito de Autor a Biblioteca Municipal, através da iniciativa "DE PASSAGEM...", destacou uma pequena selecção bibliográfica com obras de Shakespeare, Cervantes, Umberto Eco e muitos outros.


quarta-feira, 22 de abril de 2009

23 DE ABRIL - DIA MUNDIAL DO LIVRO E DO DIREITO DE AUTOR


Em 1996 a UNESCO estabeleceu o Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor.
Comemorado a 23 de Abril, dia de S. Jorge, esta data visa honrar a antiga tradição Catalã, segundo a qual, neste dia, os cavaleiros oferecem às suas damas uma rosa vermelha de S. Jorge e recebem em troca um livro.

Para além disso, neste mesmo dia, presta-se homenagem à obra de 2 grandes escritores, ambos falecidos em 23 de Abril de 1616, William Shakespeare e Miguel Cervantes.

Para assinalar este dia a Biblioteca Municipal organiza a FEIRA DO LIVRO USADO e uma pequena mostra bibliográfica intitulada DE PASSAGEM… PELO DIA MUNDIAL DO LIVRO.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

"BOBBY" um filme de Emilio Estevez

Quando vemos frequentemente o actual presidente dos EUA, Obama, romper o protocolo e aproximar-se calorosamente das pessoas, não podemos deixar de pensar nos acontecimentos de 1968, que puseram fim a um processo de mudança naquele país.
Este filme, escrito e realizado por Emílio Estevez, revisita a noite em que o candidato a presidente Robert F. Kennedy foi assassinado no Ambassador Hotel em 1968.
Enquanto as vidas dos que estão presentes se intersectam dramaticamente, "Bobby" mostra como os tiros que ecoaram nessa noite mudaram o curso da história para sempre.
Recomenda-se este filme também pelo excelente elenco aqui reunido, com actores como Anthony Hopkins, Helen Hunt, Sharon Stone e Demi Moore - entre outros - e que teve 2 nomeações para os globos de ouro, incluindo o de melhor filme.
Disponível na Biblioteca.
Bobby. Lisboa: CastelloLopes Multimédia, 2007

segunda-feira, 6 de abril de 2009

MEIA NOITE OU O PRINCÍPIO DO MUNDO/RICHARD ZIMLER

…Todos os grandes compositores estão a dizer-nos com os seus acordes e melodias – e até nos silêncios entre as notas – que a vida é longa, mas não tão longa como nós julgamos ao princípio. E que também vai ser muito mais dura do que algumas vezes imaginámos; por isso, devemos criar toda a beleza de que formos capazes enquanto cá estivermos e ajudar todas as pessoas a quem amamos a fazer a mesma coisa. Também devemos ouvir-nos uns aos outros da mesma forma como os ouvimos a eles – isso é muito, muito importante. E devemos ter a coragem de lutar contra tudo que comprometa a nossa própria beleza ou que, de alguma maneira, a possa prejudicar. Todos os compositores verdadeiramente grandes estão a preparar-nos para vivermos correctamente e a dar-nos coragem para seguirmos com as nossas vidas o melhor que pudermos mesmo que tenhamos cometido os erros mais imperdoáveis…


RICHARD ZIMLER, nasceu em Nova Iorque em 1956, é professor de jornalismo na Universidade do Porto desde 1990 e naturalizou-se português em 2002.
Quem gostou de “O Último Cabalista de Lisboa”, romance histórico do escritor não pode deixar de ler "MEIA-NOITE OU O PRINCÍPIO DO MUNDO", uma espécie de continuação da obra anterior, ambas disponíveis na Biblioteca Municipal.
Zimler, nesta obra-prima, transporta-nos ao Porto oitocentista, onde nos é permitido conhecer diversas personagens - judeus portugueses, escoceses, um mágico africano, pioneiros americanos, escravos - na época das invasões francesas e da intolerância com as minorias, onde podemos obter grandes ensinamentos e reflexões.
ZIMLER, Richard - Meia noite ou o princípio do mundo. Lisboa: Gótica, 2003

quinta-feira, 2 de abril de 2009

"POESIA NA CORDA" - ENTREGA DE PRÉMIOS

No Dia Internacional do Livro Infantil, que se comemorou hoje, 2 de Abril, teve lugar na Biblioteca Municipal a cerimónia de entrega dos prémios da "Poesia na Corda", uma das muitas actividades da Campanha da Poesia à Mesa.

Foi um dia muito marcante para a Biblioteca Municipal. A sala Polivalente, esteve completamente cheia, com a presença de todos os premiados, professores e muitos familiares, no que constituiu uma verdadeira festa de poesia.

A todos os premiados cujas idades variavam entre a pré-escolar e a idade adulta, foram entregues Livros e materiais da Campanha da Poesia, bem como Certificados de Participação.

Durante o evento foi projectado um power-point com todos os trabalhos premiados.

A entrega de prémios contou com a participação do vereador do Pelouro da Cultura, Dr. Rui Costa, da Dra Cecília Rocha em representação dos Ecos Urbanos e da Chefe de Divisão da Cultura e Turismo, Dra. Suzana Menezes.

ENTREGA DE PRÉMIOS "POESIA NA CORDA"

Decorrerá hoje – Dia Internacional do Livro Infantil - pelas 18h, na Biblioteca Municipal, a entrega dos prémios POESIA NA CORDA 2009.


Na POESIA NA CORDA 2009, actividade inserida na Poesia à Mesa, participaram centenas de pessoas, desde o pré-escolar até ao público idoso, registando-se a grande qualidade ou originalidade de muitas das intervenções.


O Júri, constituído por representantes da Câmara Municipal de S. João da Madeira e dos Ecos Urbanos (instituição parceira na organização desta iniciativa), distinguiu este ano 28 trabalhos em diversas categorias, a saber:


PRÉMIO POESIA À MESA 2009“

POEMAS PEQUENINOS”

Raquel Nunes Valente Pires


PRÉMIO POESIA À MESA 2009

“ADULTOS”

Maria Cândida Nogueira Nunes


POEMAS PEQUENINOS

CATEGORIA - FAMÍLIA

1º PRÉMIO

Ana Beatriz Ferreira de Almeida, EB1 Casaldelo


1º PRÉMIO

Daniel, 4º B EB1 Ribeiros


MENÇÃO HONROSA

José Pedro Santos Lima, EB1 Casaldelo


MENÇÃO HONROSA

Bárbara Inês Cunha Pinhos, EB1 Casaldelo


POEMAS PEQUENINOS

CATEGORIA - SENTIMENTOS

1º PRÉMIO

Ruben Miguel Coelho Azevedo, EB1 Carquejido


POEMAS PEQUENINOS

CATEGORIA - ESCOLA

1º PRÉMIO
Mariana Pinto, EB1 Casaldelo

1º PRÉMIO
Fábio Costa Guimarães , EB1 Casaldelo



MENÇÃO HONROSA

Filipe, 2º ano, EB1 Fontaínhas, Sala 5


MENÇÃO HONROSA

Daniel - Fontaínhas - 2º ano – sala 5


MENÇÃO HONROSA

Jardim de Infância Conde Dias Garcia


POEMAS PEQUENINOS

CATEGORIA - NATUREZA


1º PRÉMIO João Tomás Martins Pinho, EB1 Casaldelo – 2º ano

1º PRÉMIO Danilo, EB1 Carquejido


PRÉMIO CRIATIVIDADE

Gabriel - EB1 Carquejido


MENÇÃO HONROSA

Catarina, EB1 Carquejido


MENÇÃO HONROSA

Rúben Xavier


POEMAS PEQUENINOS

CATEGORIA - AMBIENTE

1º PRÉMIO
1º Ano B EB1 Fontainhas


1º PRÉMIO
Carolina, 2º Ano EB1 Casaldelo


MENÇÃO HONROSA

Xavier Ricarte


MENÇAO HONROSA


Daniela Filipa de Araújo EB1 Carquejido


MENÇÃO HONROSA

Vicente, EB1 Carquejido


POESIA NA CORDA - ADOLESCENTES

CATEGORIA - PAIXÃO

1º PRÉMIO
Cátia Freitas


POESIA NA CORDA - ADOLESCENTES

CATEGORIA - INQUIETUDE

1º PRÉMIO
"Borboleta", ES João da Silva Correia


POESIA NA CORDA - ADULTOS

CATEGORIA - DESTINO

1º PRÉMIO
Maria Cândida Nogueira Nunes


MENÇÃO HONROSA

Carlos Alberto Pereira Dias


POESIA NA CORDA - ADULTOS

CATEGORIA - SAUDADE

1º PRÉMIO
Dorinda Dias Oliveira


POESIA NA CORDA - ADULTOS

CATEGORIA - MÃE

1º PRÉMIO

Joaquim Almeida

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Porque amanhã se comemora o Dia Internacional do Livro Infantil



Mensagem do 2 de Abril de 2009
Dia Internacional do Livro Infantil


Eu sou o mundo

Eu sou o mundo e o mundo sou eu,
porque, com o meu livro,
posso ser tudo o que quiser.
Palavras e imagens, verso e prosa
levam-me a lugares a um tempo próximos e distantes.

Na terra dos sultões e do ouro,
há mil histórias a descobrir.
Tapetes voadores, lâmpadas mágicas,
génios, vampiros e Sindbades
contam os seus segredos a Xerazade.

Com cada palavra de cada página
viajo pelo tempo e pelo espaço
e, nas asas da fantasia,
o meu espírito atravessa terra e mar.

Quanto mais leio mais compreendo
que com o meu livro
estarei sempre
na melhor das companhias.

Hani D. El-Masri

Tradução: José António Gomes
Hani D. El-Masri

Ilustrador e profissional de cinema, nascido no Cairo, Egipto, em 1951, Hani El-Masri foi educado pelos Jesuítas, tendo mais tarde ingressado no Colégio de Belas Artes do Cairo. Emigrou para os Estados Unidos aos trinta e cinco anos. Ali, entrou para a Walt Disney Imagineering, em 1990, onde trabalhou como desenhador conceptual durante cinco anos. Na Imagineering, participou em projectos como o Disneyland’s ToonTown, o Disneyland’s Critter Country de Tóquio, o Museu Infantil de Baltimore, e o Arabian Coast do recentemente inaugurado Tokyo Disney Seas. Em 1995, Hani trabalhou como artista de desenvolvimento visual de projectos na película de animação O Príncipe do Egipto, assim como em A Estrada para El Dorado e Spirit: o corcel indomável. Mais tarde, trabalhou na película Osmosis Jones. Regressado ao Egipto, dedica-se, desde 2005, à realização da sua própria versão para crianças de As mil e uma noites, em forma de livro. Foi premiado como melhor ilustrador pela saga de Xerazade no prémio Suzanne Mubarak, outorgado pelo Egyptian Board on Books for Young People (EBBY).


A Mensagem do Dia Internacional do Livro Infantil é uma iniciativa do IBBY (International Board on Books for Young People), difundida em Portugal pela APPLIJ (Associação Portuguesa para a Promoção do Livro Infantil e Juvenil),
Secção Portuguesa do IBBY.