Patrono



Renato Araújo (1892-1958)

Nasceu a 30/11/1892, no lugar das Vendas, em S. João da Madeira, era filho de Josefina Amália da Costa e Benjamim José de Araújo, 1º Presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira.
Espírito combativo, experimentou a rudeza dos campos de batalha da Flandres durante a 1ª Guerra Mundial (1914-18), na qualidade de médico.
Formado em Medicina e optimamente relacionado em Lisboa, uma vez eleito Presidente foi pessoalmente solicitar ao, então, Ministro das Obras Públicas e seu Director-Geral, Eng.º Sá e Melo, intervenção do Estado no arrojado Plano de Urbanização, assente em bases técnicas, que se propunha.
Conseguiu com que fosse elaborado o 1º Plano de Urbanização, que veio a definir o centro cívico urbano, ou Praça Luís Ribeiro, o sítio do Mercado Municipal e vasta área nascente que ficou reservada à construção de prédios e destinada a ser a parte mais importante da “nova S. João da Madeira”. Mais se lhe deve a fundação do Pavilhão dos Desportos, parte do saneamento urbano e, sobretudo, a Biblioteca Municipal que lhe consagra o nome.
Exerceu o cargo de Administrador do Concelho e, mais tarde, seria o 3º Presidente da Câmara Municipal, entre 1946 e 1954. 
Faleceu em Lisboa a 6 de abril de 1958, tendo sido sepultado na sua terra natal no jazigo-capela de seu pai.
 

1º da esquerda em baixo
2º a partir da direita

Sem comentários:

Publicar um comentário