sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Trilogia de Kiera Cass na Biblioteca Municipal

Kiera Cass é a autora da trilogia A Seleção, um bestseller nº1 na lista do The New York Times.

A Biblioteca Municipal disponibiliza os seguintes títulos:
A selecção, A escolha, A elite, A herdeira e A sereia.

Visite-nos e leve um livro!



quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Novidades e Sugestões Literárias

Destacamos “A morte de Jesus” do Nobel da Literatura J.M. Coetzee, um livro que completa uma trilogia comovente sobre a condição de se estar sozinho no mundo, “A menina dos doces” de Pedro Cipriano, uma história que transpira mistério e desvenda segredos familiares, “Artistas, artesãs e pioneiras” de Maria Antónia Fiadeiro, livro composto por conversas com personalidades da arte e cultura nacional.

Se o seu tema de interesse é a sáude, saiba como prevenir doenças a partir do livro "O segredo do sistema imunitário” da autoria do Doutor Manuel Pinto Coelho.

Em família, sugere-se o simples prazer da leitura e da partilha com os livros “O lobo que partiu à descoberta do museu” e “O mundo no chão”.

Boas Leituras!















sexta-feira, 10 de setembro de 2021

José Régio em destaque

Para assinalar os 120 anos do nascimento do escritor, poeta e dramaturgo José Régio (1901-1969), destacamos as suas obras de referência.

Visite a Biblioteca de S. João da Madeira e leve um livro consigo!









segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Visão Inclusiva Setembro2021

No regresso da Visão Inclusiva neste mês de setembro, falamos brevemente sobre como o audiolivro é muito útil para além da situação de cegueira ou baixa visão.
Damos o merecido destaque à exposição bibliográfica de passagem por Júlio Dinis, bem como aos eventos culturais na Casa da Criatividade e nos Paços da Cultura.
Finalizamos com uma questão importante: Vale a pena atualizar já para o windows 11? Não percam mais esta edição.
Link de descarga:
https://meocloud.pt/link/30fc6340-eca3-4906-a49b-0121adea0579/setembro2021.mp3/

Isabel da Nóbrega (1925-2021)


A escritora, jornalista e tradutora Isabel da Nóbrega faleceu no passado dia 2 de setembro, aos 96 anos de idade.

Uma figura de referência e prestígio no quadro da vida literária e jornalística portuguesa, também devido à sua ligação sentimental com figuras marcantes da nossa vida literária, caso de João Gaspar Simões e depois de José Saramago, que lhe dedicou o romance “Memorial do Convento”.

Nascida em Lisboa, num meio de alta burguesia que mais tarde veio a analisar agudamente no seu romance "Viver com os outros", distinguido em 1965 com o Prémio Camilo Castelo Branco.

Tendo começado a escrever muito cedo, publicou o seu primeiro livro "Os Anjos e os Homens" em 1952. Seguiu-se a peça de teatro "O Filho Pródigo" ou o "Amor Difícil", que foi representada no Teatro Nacional. Para crianças, escreveu os contos "Rama", "O elefante azul" e a peça "Cigarra e as formigas". Em 1973, publicou o volume de contos "Solo para gravador". O livro “Quadratim”, de 1976, reuniu as suas crónicas mais importantes, publicadas em vários jornais.



Através dos seus livros e da sua intensa atividade enquanto jornalista, a escritora desempenhou um papel importante na defesa da libertação e autonomia da mulher em termos verdadeiramente progressistas. 

Fez parte do grupo fundador de A Capital, escreveu crónicas para A Capital, Diário de Lisboa, Diário de Notícias, 1.º de Janeiro, Vida Mundial, Antena 2, Antena 1, RDP Internacional.

Leitora obsessiva desde a infância, foi mais tarde tradutora de autores franceses e ingleses. Tem trabalhos de teor pedagógico e outros simplesmente ligados a ações de cidadania.

Fez parte da direção da Associação Portuguesa de Escritores e integrou júris literários.

Foi condecorada pelo Presidente da República com a medalha de mérito cultural.